Complicações das lentes de contacto

As lentes de contacto não têm complicações se os usuários cumprem as normas de uso e manutenção das lentes de contacto.
A primeira prescrição deve ser sempre realizada por um profissional, Optometrista ou Oftalmologista especializado e deve realizar consultas de revisão com frequência.

A. Medicação pode impedir uma boa adaptação às lentes de contacto.

A inadaptação ou sentir desconforto com as lentes nem sempre se deve à lente de contacto. É frequente que o uso ou a toma de certa medicação provoque alterações visuais, damos alguns exemplos:

Antihistaminicos – NÃO DEVERÁ USAR LENTES DE CONTACTO. Os anti-histaminico, podem provocar olho vermelho, sensibilidade à luz, olho seco, olhos chorosos e visão desfocada.

Anticoncetivos e para a Hipertensão – Podem provocar olho seco. Deverá usar juntamente com as lentes de contacto, lágrimas artificiais.

Analgésicos – podem provocar visão desfocada, visão dupla e miose (estreitamento da pupila)

B. Olho vermelho, desconforto e visão desfocada podem ser por conjuntivite ou erosão corneal. É frequente em usuários que não cumprem as normas de uso e manutenção das lentes de contacto.Deverá retirar as lentes de contacto assim que possivel e consultar o especialista. Dependendo se tem ou não dor é motivo de urgência. Uma boa evolução no tratamento depende do reconhecimento precoce destas complicações.

Dormir com as lentes, usar as lentes muitas horas sem descanso, lentes partidas ou não substituir as lentes no periodo recomendado, são fatores principais de complicações sérias.

O olho vermelho, sensação de copo estranho e olho seco pode dever-se em muito ao tipo de cosmética ou maquilhagem ocular que utiliza. Muito produtos não respeitam o equilibrio ocular e levam ao abandono e intolerâncias das lentes de contacto.
Utilize produtos indicados para usuários de lentes de contacto.

C. Queratite superficial é frequente em usuários que não cumprem as normas de uso, por toxicidade (por exemplo, se usou um peróxido sem neutralização), hipoxia (falta de oxigénio na córnea) e por dissecação da lente. Sente dor quando retira a lente de contacto. Normalmente, é de noite que os usuários dão conta, por ser o momento quando retiram a lente. Dependendo da gravidade dos sintomas, é caso de urgência. Depois do tratamento deve consultar o Optometrista/Contactologista.

D. Queratite microbiana e abrasão corneal são complicações graves, consulte o médico oftalmologista. A dor nestas situações não melhora quando retiramos a lente de contacto.

E. Queratite por Acanthamoeba é uma infeção rara que pode levar a cegueira permanente e à perda do olho. A acanthamoeba ataca usuário e não usuários de lentes de contacto especialmente, a pessoas com deficiência no sistema imunitário. O paciente tem os mesmos sintomas de uma conjuntivite (olho vermelho, lagrimejo intenso, sensibilidade à luz, visão desfocada e sensação de corpo estranho) e pode ter também dor de cabeça intensa.

Acanthamoeba é um microrganismo que se podem encontrar nos solos, lagos, piscinas e jacúsis e água corrente. Se existe um pequeno traumatismo corneal e o contacto com o microrganismo nas situações anteriormente descritas, ocorre a infeção. Atenção, NÃO É A LENTE DE CONTACTO que provoca a infeção. É a má higiene e os comportamentos de risco com os olhos que levam aos traumatismos e risco de infeção.

NÃO IGNORE NENHUM SINTOMA E CONTACTE COM O MÉDICO OFTALMOLOGISTA IMEDIATAMENTE.

Reduza o risco de infeção seguindo as normas de uma boa higiene ocular:

  • Antes de colocar as lentes no estojo deve esfregar e enxaguar
  • Substituir o estojo das lentes cada 3 meses, sendo o ideal cada mês
  • Sempre que usa as lentes substitua o liquido do estojo
  • Não poupe nas lentes, substitua as lentes no prazo recomendado. Lembre que uma pizza é mais cara que comprar lentes para 3 meses!
  • Evite nadar ou tomar duche com as lentes de contacto. As impurezas da água podem ser captadas pelas lentes de contacto.
  • NÃO USE água da torneia para enxaguar ou guardar as lentes de contacto
  • Consulte o seu Optometrista ou Oftalmologista em caso de dúvidas. Não hesite mesmo que tenha de pagar honorários profissionais porque é um dever justo para quem lhe presta um serviço.